Tabela de exigência nutricional para gado de corte: o que é e como utilizar?

Atualmente o Brasil apresenta o maior rebanho comercial de gado de corte, sendo este majoritariamente criado em condições de pastagens. 

Cerca de 19% do território nacional são de áreas de produção de pasto destinados à criação animal e, no caso dos bovinos de corte, cerca de 90% dos animais abatidos são oriundos de terminação sob este regime de criação e 10% terminados em sistema de confinamento. 

Estes apontamentos por si só já demonstrariam a grande representatividade da pecuária de corte no país, contudo vale ressaltar que a estimativa do Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2022 para a produção de bovinos de corte representará cerca de 12,7% do total, o equivalente a R$ 152.836.400.000,00 (MAPA, 2022) ratificando a grande importância desta cadeia de produção para economia do país. 

Leia também: Terminação intensiva a pasto: conheça essa tecnologia para engorda de bovinos

Características da criação de gado de corte

A produção de gado de corte tem como característica ser sustentada por três grandes pilares: a nutrição, o manejo e a genética. 

Cada qual exerce uma influência no resultado da criação, porém, a melhoria conjunta destes fatores é a forma em que os melhores resultados sobre os índices zootécnicos (produtivos e reprodutivos) são alcançados.

Acerca da nutrição animal, componente de maior custo após o valor de compra dos animais, é importante entender que ela é definida como o conjunto de processos que ocorrem em um organismo vivo, em que um alimento é digerido e tem seus nutrientes assimilados, posteriormente estes nutrientes são mobilizados para o crescimento, manutenção, reparação dos tecidos corporais e produção. 

Para que a nutrição ocorra de forma adequada a relação entre a exigência em nutrientes pelo animal e a composição nutricional dos alimentos que farão parte da dieta deverá ser a mais ajustada possível.   

Exigência nutricional é conceituada como a quantidade necessária de um nutriente que o animal deve consumir ao longo de um dia, visando atender um nível de produção determinado. 

Esta exigência atua como baliza indicativa da estratégia alimentar a ser adotada, seja por meio de uma simples mineralização em sistemas de produção a pasto, ou mesmo em dietas mais complexas nas terminações em confinamentos.

Alguns países já estabeleceram as normas nutricionais de seus rebanhos de corte, por meio de compêndios e tabelas de exigência nutricional, retratam as demandas dos animais de modo a considerar suas peculiaridades e realidades. 

Um exemplo é os Estados Unidos da América, em que há um comitê de pesquisa sobre as exigências das distintas categorias animais denominado de National Research Council (NRC). 

Outros países que também estabeleceram tabelas de referência de exigência animal com seus sistemas de alimentação foram a França com o Institut National de la Recherche Agronomique (INRA), a Austrália com o Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO) e a união política do Reino Unido com o britânico Agricultural and Food Research Council (AFRC).

E-book de adubação de pasto para gado de corte

Nutrição de bovinos de corte no Brasil

No Brasil por muitos anos têm-se adotado o boletim do NRC nas formulações das dietas para bovinos de corte, porém algumas particularidades relacionadas ao clima nos diversos biomas do Brasil, a predominância da criação em ambientes pastoris e a grande difusão de raças zebuínas, trouxe a necessidade de não mais adaptarmos os padrões das tabelas internacionais à nossa realidade, mas sim de produzir tabelas de exigência mais condizentes com a produção aqui desenvolvida. 

Neste contexto, um grupo de professores e estudantes de pós-graduação do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, se empenharam em diversos experimentos a fim de coletar o maior número possível de dados referentes às exigências nutricionais de zebuínos. 

Nasceu dessa iniciativa a tabela de exigências nutricionais brasileira, com o título de Exigências Nutricionais de Zebuínos Puros e Cruzados (BR-Corte), atualmente em sua 4° edição.

Muito embora o BR-Corte se encontre em sua versão mais atual com consultas sob a plataforma digital, com acessos via web e app, muitos técnicos, consultores e pecuaristas ainda utilizam as edições anteriores, impressas e/ou formato pdf, em que constam tabelas de exigências de energia, proteína e minerais para bovinos machos e fêmeas (vazias, gestantes e lactantes), além da exigência mineral de bezerros lactentes.    

Saiba mais: Pastejo Rotacionado: entenda o que é e como manejá-lo

Consultando uma tabela de exigência nutricional para gado de corte

Sabendo que a exigência do gado de corte é a soma da exigência de mantença e de produção, temos então as demandas de nutrientes para cada objetivo de ganho de peso dos animais. 

A Tabela 1 e 2 apresentam uma adaptação da tabela de exigência de proteína bruta (PB) e de nutrientes digestíveis totais (NDT) do BR-Corte (3° Edição), sua consulta é feita com base na relação entre linhas (ganho de peso almejado) e colunas (peso corporal do animal), associando-as temos um valor encontrado que corresponderá a exigência em proteína pelo animal.

Tabela 1 – Exigências de proteína bruta para zebuínos machos não castrados, pesos corporais e taxas de ganho de peso

Tabela nutricional PB gado de corte

Adotando-se como exemplo um boi da raça Nelore (raça zebuína), em condição de pastejo, pesando em média 300 kg e com um ganho de peso diário esperado de 1,0 kg, temos que esse animal precisará consumir aproximadamente 801 g de PB por dia para alcançar o desempenho esperado. 

Vale ressaltar que para o ideal balanceamento da dieta, todos os outros componentes deverão ser considerados de forma conjunta, tal como a exigência de energia (Tabela 2) e de minerais deste mesmo animal (300 kg) para este mesmo ganho diário esperado (1,0 kg).

Tabela 2 – Exigências de energia em nutrientes digestíveis totais para zebuínos machos não castrados, pesos corporais e taxas de ganho de peso

Tabela nutricional NDT gado de corte

De igual forma ao adotado na Tabela 1, ao ser considerado um boi da raça Nelore (raça zebuína), em condição de pastejo, pesando em média 300 kg e com um ganho de peso diário esperado de 1,0 kg, temos que esse animal precisará consumir aproximadamente 4,36 kg de NDT por dia para alcançar o desempenho esperado. 

De posse das informações de exigência dos animais e relacionando-as à composição nutricional dos insumos disponíveis, o nutricionista balanceará uma dieta a fim de atender a meta de ganho de peso médio diário designada pelo produtor.

Sobre a composição dos insumos alimentares destaca-se, tal qual a tabela de exigência nutricional de bovinos de corte, que a utilização de informações geradas em nossas condições e com os alimentos aqui disponíveis, contribui ainda mais para a otimização de nossas dietas.

Conclusão

O conhecimento e uso de tabelas de exigência de gado de corte é fundamental para o adequado balanceamento da dieta do rebanho. Quando assertiva, esta promoverá, associada à genética e ao manejo, alto desempenho dos animais.

Muito embora a usabilidade das tabelas seja altas, a formulação de dietas deverá ser conduzida por profissional capacitado em nutrição de ruminantes. Este direcionamento reduzirá a possibilidade de erros e ampliará o sucesso na produção.

Artigo escrito por Marcell Alonso | Gerente de Pecuária da Mosaic Fertilizantes

Conheça nossos produtos e tenha mais rentabilidade com o seu rebanho!

CTA para produtos alimentícios para gado de corte

CONTEÚDO TÉCNICO

CONHEÇA MAIS CONTEÚDOS

São inúmeras as funções dos elementos minerais no organismo animal, podendo a carência de um único elemento ocasionar sua morte. Entenda a importância dos minerais na criação de aves.
Saiba um pouco mais sobre a importância da qualidade do fosfato bicálcico utilizado na nutrição animal. No Brasil, existem cerca de 6.000...
Apesar de estarem diretamente ligados, esses parâmetros não querem dizer a mesma coisa. Entenda a diferença entre solubilidade e biodisponibilidade.

POSTS RELACIONADOS

Pasto verde e bonito
O adubo para pastagem é um composto químico que pode ser dividido em minerais ou orgânicos.  Os orgânicos são fabricados a partir...
Gado comendo em coxo no pasto.
A suplementação animal é uma das técnicas utilizadas para suprir uma deficiência nutricional. Quando pensamos em suplementar, buscamos atingir o máximo de...
O avanço tecnológico vem alcançando e transformando todos os setores da agropecuária mundial, visto a crescente demanda de produção de alimentos e...
A deficiência de fósforo pode ser um grande problema para o desenvolvimento animal! Entre os diversos elementos químicos existentes na natureza, aproximadamente,...
Você já se deparou com um pasto degradado? A pastagem é a principal destinação do solo brasileiro, de acordo com a MapBiomas,...
Um pasto de qualidade é aquele que oferece aos animais os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento e alcançar seu potencial produtivo,...

Você já viu os catálogos de produtos da mosaic fertilizantes?